Connect with us

Mercado da bola

Marcelo Gallardo é o novo técnico do Al-Ittihad

Publicado

em

Marcelo Gallardo é o novo técnico do Al-Ittihad

O Al-Ittihad, da Arábia Saudita, anunciou a contratação do técnico argentino Marcelo Gallardo, de 47 anos. O ex-treinador do River Plate assinou contrato até o meio de 2025, com opção de renovação por mais duas temporadas.

Gallardo chega ao Al-Ittihad com a missão de conquistar títulos. O clube é um dos mais tradicionais da Arábia Saudita, mas não vence a Liga dos Campeões da Ásia desde 2004.

O primeiro grande desafio do argentino será o Mundial de Clubes, em dezembro. O Al-Ittihad está no Grupo A da competição, ao lado do Auckland City (Nova Zelândia), do Monterrey (México) e do Al Jazira (Emirados Árabes Unidos). O Fluminense, atual campeão da Copa Libertadores, também está no Grupo A.

Gallardo é um treinador consagrado na América do Sul. Ele comandou o River Plate por oito temporadas, conquistando a Copa Libertadores duas vezes, a Copa Sul-Americana uma vez, a Recopa Sul-Americana duas vezes, a Copa Argentina duas vezes e a Supercopa Argentina duas vezes.

O técnico argentino é conhecido por seu estilo de jogo ofensivo e por seu trabalho com jovens jogadores. Ele deve implementar o mesmo estilo de jogo no Al-Ittihad.

Gallardo chega motivado

Gallardo chegou à Arábia Saudita motivado para o novo desafio. Ele espera conquistar títulos com o Al-Ittihad e viver uma experiência diferente de tudo o que já viveu como treinador.

“Temos um belo desafio que é o Mundial de Clubes, que nos testa rapidamente. Isso é bom”, declarou Gallardo.

“Tive um ano bastante tranquilo, por isso voltar à ativa com entusiasmo é o que espero fazer. Estamos ansiosos por isso. Muitos desejam viver esta experiência totalmente diferente de todas as outras”, declarou o treinador, em entrevista a jornalistas argentinos no embarque em Buenos Aires.

Destaque

Cássio reitera fim de ciclo no Corinthians e destaca ambição por títulos no Cruzeiro

Publicado

em

Por

Cássio reitera fim de ciclo no Corinthians e destaca ambição por títulos no Cruzeiro

Belo Horizonte, 21 de junho de 2024 – Cássio reitera fim de ciclo no Corinthians e destaca ambição por títulos no Cruzeiro. Em sua apresentação oficial como novo reforço do Cruzeiro, o goleiro Cássio abordou a sua saída do Corinthians e as expectativas para a nova etapa na carreira. O experiente jogador ressaltou que o seu ciclo no Timão havia se encerrado e que a decisão de buscar novos desafios foi tomada em conjunto com pessoas de sua confiança.

“Honestamente, não imaginava ficar 12 anos no Corinthians. Sempre vivi ano a ano, e às vezes as coisas fogem do nosso controle. A decisão de encerrar meu ciclo no Corinthians não foi apenas minha. Conversei com pessoas que admiro e que me acompanharam em toda a minha carreira”, declarou Cássio.

Ao analisar os motivos que o levaram ao Cruzeiro, Cássio destacou a qualidade do elenco e a ambição do clube em retornar à elite do futebol brasileiro.

“Percebi que meu ciclo no Corinthians havia se encerrado. Ao analisar o Cruzeiro, vejo a presença de jovens talentos como Pedro, Pelaipe e a experiência de Mattos e Edu Dracena, com quem já tive a oportunidade de ser campeão. São pessoas comprometidas em recolocar o Cruzeiro no caminho das glórias”, enfatizou o goleiro.

Cássio se mostrou confiante e motivado para contribuir com o sucesso do Cruzeiro e buscar títulos na temporada.

“Minha meta é ajudar o Cruzeiro a trilhar esse caminho de conquistas e vitórias. Acredito que, com a união de todos, podemos alcançar grandes feitos”, finalizou o novo camisa 1 da Raposa.

Destaques da fala de Cássio:

Fim de ciclo no Corinthians: “A decisão de ver que o meu ciclo no Corinthians tinha acabado não foi só minha.”
Motivação para jogar no Cruzeiro: “Pessoas comprometidas a trazer o Cruzeiro novamente em busca de títulos. Minha meta é ajudar a levar o Cruzeiro por esse caminho.”
Ambição por títulos: “Acredito que, com a união de todos, podemos alcançar grandes feitos.”
A repercussão da fala de Cássio:

As declarações de Cássio repercutiram na imprensa esportiva brasileira. Muitos veículos de comunicação destacaram a sinceridade do jogador ao admitir o fim de seu ciclo no Corinthians e a sua empolgação com o novo desafio no Cruzeiro. A torcida celeste também se mostrou animada com a chegada do experiente goleiro e espera que ele seja peça fundamental na reconstrução do clube.

Cássio se despede do Corinthians com a sensação de dever cumprido e inicia uma nova etapa em sua carreira no Cruzeiro, buscando recolocar o clube na rota de títulos e glórias. A sua experiência, liderança e talento serão fundamentais para o sucesso da Raposa na temporada.

Leia também: Ronaldinho Gaúcho brilha em Futebol Solidário para o Rio Grande do Sul: “Dia inesquecível!”

Continue lendo

Mercado da bola

Negociação de Estêvão com o Chelsea esquenta: proposta milionária e possível permanência no Verdão para o Mundial de 2025

Publicado

em

Por

Negociação de Estêvão com o Chelsea esquenta: proposta milionária e possível permanência no Verdão para o Mundial de 2025

Palmeiras – O futuro de Estêvão no Palmeiras caminha para uma definição nos próximos dias. O Chelsea, principal interessado no jovem talento de 17 anos, sinalizou estar disposto a aumentar sua oferta para R$ 360 milhões (65 milhões de euros) para garantir a contratação do meia-atacante.

A proposta inicial dos Blues era de R$ 333 milhões (60 milhões de euros), mas não agradou o Verdão, que considerou as metas para ativação dos bônus muito difíceis de alcançar. Diante disso, o Chelsea voltou à mesa com um valor mais alto, abrindo caminho para o avanço das negociações nesta semana.

Multa rescisória e divisão dos direitos:

Vale lembrar que a multa rescisória de Estêvão é de R$ 246 milhões (45 milhões de euros), mas o assédio de outros clubes indica que esse valor será superado. O Verdão detém 70% dos direitos econômicos do jogador, enquanto os 30% restantes pertencem ao atleta. Ou seja, se a proposta de R$ 360 milhões for confirmada, o Palmeiras receberá cerca de R$ 252 milhões pela transferência.

Possibilidade de Estêvão permanecer no Palmeiras para o Mundial de 2025:

Há ainda a possibilidade de Estêvão permanecer no Palmeiras até abril de 2025, quando completa 18 anos, para disputar o Mundial de Clubes. Essa alternativa está sendo discutida entre as partes e pode ser um fator decisivo para o fechamento do negócio.

Leia também: Dorival Júnior convoca quatro jogadores para Copa América e amistosos

Continue lendo

Mercado da bola

Dadá Maravilha: 78 anos de um ícone do futebol brasileiro

Publicado

em

Por

Dadá Maravilha: 78 anos de um ícone do futebol brasileiro

O ex-atacante Dario José dos Santos, mais conhecido como Dadá Maravilha, completa 78 anos nesta segunda-feira (4). Um dos grandes nomes da história do Atlético-MG e da Seleção Brasileira, Dadá é um jogador que esbanja carisma e personalidade.

Um campeão mundial em 1970:Com apenas 24 anos, Dadá fez parte da lendária Seleção Brasileira que conquistou o tricampeonato mundial no México em 1970. Em 12 jogos com a Amarelinha, marcou dois gols e contribuiu para a campanha vitoriosa. Além da Copa do Mundo, Dadá também venceu a Taça Independência em 1972 com a Seleção.

Um atacante implacável:

Nascido no Rio de Janeiro em 1946, Dadá Maravilha era um atacante dominante na área e tinha uma impressionante capacidade de marcar gols. Apelidado de “Peito de Aço” e “Beija-Flor”, ele era conhecido por sua irreverência e frases marcantes, como “não existe gol feio, feio é não fazer gol”.

O clube onde Dadá mais brilhou foi o Atlético Mineiro. Em três passagens pelo Galo, ele marcou 211 gols e conquistou títulos importantes, como o Campeonato Brasileiro de 1971 e os Campeonatos Mineiros de 1970 e 1978.

Uma carreira vitoriosa:

Além do Atlético-MG, Dadá Maravilha também defendeu grandes clubes como Flamengo, Sport, Internacional, Ponte Preta, Paysandu, Náutico, Santa Cruz, Bahia, Goiás, América-MG, Nacional-AM, Rio Negro-AM, XV de Piracicaba e União de Rondonópolis. Em sua vitoriosa carreira, ele conquistou diversos títulos, incluindo os Campeonatos Carioca (1974), Pernambucano (1975), Gaúcho (1976) e Baiano (1981 e 1982).

Um legado de alegria e irreverência:

Dadá Maravilha é um dos personagens mais marcantes da história do futebol brasileiro. Sua irreverência, carisma e talento o transformaram em um ídolo para milhões de fãs. Aos 78 anos, ele continua a ser uma referência para o esporte e um exemplo de vitalidade e alegria.

Continue lendo
Publicidade

Mais acessados